Palestra Parte I – E agora, qual a extensão do meu problema? O tradutor e as ferramentas

Por Pricila Reis Franz em 07. Feb, 2013 | Tradução | 2 Comments

Conforme prometido (ainda que mais tarde do que o previsto), começo a postar aqui a palestra que apresentei na IV Conferência Brasileira de Tradutores do Proz.

E agora, qual a extensão do meu problema? O tradutor e as ferramentas

PARTE I:

Quais são as ferramentas utilizadas pelo tradutor?

As CATs, ou ferramentas de auxílio à tradução são inúmeras, bem como os formatos de arquivos que abrem e converte. As principais são:

memoQ

SDL Trados Studio (com suas “variações” em TagEditor, Passolo, SDLx)

Wordfast (Classic, Pro e Anywhere, que funciona na web, sem instalação)

Across

STAR Transit

Déjà Vu (DVX)

O Wordfast Anywhere e o Across são gratuitos. A maioria tem versão demo. Essas são as mais famosas. Mas nem de longe as únicas! Olhem essa pequena lista:

Screen Shot 2013-02-08 at 12.16.04 AM.png

Tem para todos os gostos: gratuitas, pagas, para Windows, Mac OS, Linux, open source, etc. A maioria eu nunca vi nem a cor! ;)

Mas a pergunta que fica é:

Quem escolhe a ferramenta? O cliente ou o tradutor?

O cliente pode mandar o arquivo com extensão que quiser, mas, na medida do possível, quem escolhe a ferramenta é o tradutor. Ele tem o direito de escolher com qual ferramenta quer trabalhar e o cliente tem o direito de escolher o formato de arquivo que deseja receber.

O engraçado é que na nossa área algumas agências chegam a exigir declaração assinada de uso exclusivo de determinada ferramenta. Vocês já viram alguém perguntar qual a marca do bisturi do médico ou que tipo de trator o agricultor usa para preparar a terra?

O meio não importa e sim o produto final. O importante é entregar o trabalho com a extensão que o cliente deseja ou conforme combinado previamente.

Mas o tradutor deve ter alguns cuidados ao fazer a tradução:

Deve conhecer muito bem a ferramenta de trabalho escolhida e o modo de conversão. 

Deve sempre conferir se a conversão não bagunçou nada, se todas as tags estão nos seus devidos lugares.

Nesse caso vocês poderiam perguntar: mas para que então traduzir em ferramentas diferentes daquelas que o cliente deseja que sejam usadas? Tem quem prefira traduzir cada arquivo na sua respectiva ferramenta, mas gostaria de apresentar as vantagens de não se fazer isso.

A vantagem da interoperabilidade entre as ferramentas é a centralização.

Você centraliza seus trabalhos em apenas uma ferramenta. Suas TMs (memórias de tradução) e glossários ficam organizados e fáceis de serem aproveitados em qualquer projeto

A centralização também gera redução no tempo de aprendizado (porque você não perde tempo aprendendo outras ferramentas e aprende de modo aprofundado a usar todos os recursos da ferramenta escolhida).

Por fim, gera redução nos custos, pois não é necessário investir na compra de várias ferramentas nem em cursos para aprender a usá-las.

A minha preferida atualmente é o memoQ, pela ampla de gama de arquivos que abre e pelos excelentes recursos que apresenta, poupando muito o tempo gasto na tradução.

 

No próximo post falo de alguns programas além das CATs que auxiliam no processo de conversão de arquivos.

Links da semana – 17/11/2012

Por Pricila Reis Franz em 17. Nov, 2012 | idioma, olhar pelo mundo, Tecnologia, Tradução | No Comments

Tradução e idiomas:

Crianças e educação:

  • Seu bebê entende tudo
  • 150 ideias para o trabalho criativo com crianças de 2 a 6 anos
  • Educação livre – por quê? “Já que nós não sabemos quais conhecimentos serão os mais necessários no futuro, não faz sentido tentar ensiná-los antecipadamente. Ao invés disso, nós deveríamos formar pessoas que amam tanto aprender e que são tão hábeis em adquirir conhecimento, que elas podem então aprender o que for necessário ser aprendido a cada momento.” (John Holt)
  • Homeschooling: A questão que nunca se cala: e a socialização? Segundo o dicionário, a socialização é “um processo contínuo pelo qual um indivíduo adquire identidade pessoal e aprende normas, valores, comportamentos e habilidades adequadas à sua posição social; adaptação à vida em grupo, à convivência com outras pessoas.” Muitas pessoas acreditam que a escola é o único lugar onde as crianças podem passar por este processo. Mas a escola não é o único e está longe de ser o melhor lugar para a socialização das crianças. 
  • A Educação Proibida: documentário obrigatório para todo mundo que pensa sobre a educação
  • Você sabe o que é um caleidociclo? Que tal fazer um para seu filho? É fácil!

Tecnologia (Apple):

Links da semana

Por Pricila Reis Franz em 08. Nov, 2012 | arte, olhar pelo mundo, Tradução | No Comments

Acompanho diariamente o site Vida Organizada da Thais Godinho e adorei a ideia dela de fazer um post semanal com links que chamaram a atenção/são úteis que li nas redes sociais ou através dos meus RSS, para compartilhar com todo mundo. Eu já tinha pensado em fazer isso, mas direcionado só à tradução. Bobagem. Assim como eu, além de tradutora, todo mundo é ou vai ser pai/mãe e tem crianças para cuidar, casa para arrumar, comida para fazer, livros para ler, músicas para ouvir…. Todo mundo se interessa por mais de um assunto. Então minhas dicas de links dessa semana são:

 

1. Você também anda incomodado com o sistema educacional tradicional? Então leia A revolução educacional já começou . “Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do voo”. (Rubem Alves);

2. Algumas dicas sobre como dobrar roupas e organizar gavetas;

3. E algumas dicas sobre como tornar seu cérebro mais eficiente;

4. A vida está tão corrida que não dá nem tempo (e ânimo!) para cozinhar? Confira essas Receitas de micro-ondas (sim, acredite, não serve apenas para esquentar alimentos e fazer pipoca!);

5. Seu filho precisa mesmo de um berço?;

6. Aprenda fazer cubos de gelo decorados para refrescar seu dia;

7. Baixe centenas de catálogos de arte grátis do Museu Metropolitano de Arte de Nova Iorque (em inglês) .

8. Conhece a CAT (Ferramenta de auxílio à tradução) gratuita chamada OmegaT? Nesse link você encontra vários vídeos de orientação.

 

Enfim, espero que gostem da novidade. ;)

E agora, qual a extensão do meu problema? O tradutor e as ferramentas – slides

Por Pricila Reis Franz em 22. Sep, 2012 | Tradução | No Comments

Quem acompanha o site sabe que hoje de manhã palestrei na IV Conferência Brasileira de Tradutores do Proz. Como prometido, estou disponbilizando os slides da palestra aqui no site e, em breve, vou colocar todas as dicas dadas na prática, em forma de posts. ;)

PROMOÇÃO – IV Conferência Brasileira de Tradutores do ProZ.com

Por Pricila Reis Franz em 11. Sep, 2012 | Tradução | No Comments

Para quem quiser conferir minha palestra “E agora, qual a extensão do meu problema? O tradutor e as ferramentas” e ainda não fez sua inscrição, aproveite a promoção que está acontecendo até o dia 17 de setembro:

  IV Conferência Brasileira de Tradutores do ProZ.com
             Tradução: profissionalização e mercado
      Rio de Janeiro, 21, 22 e 23 de setembro de 2012

Ainda não garantiu sua vaga no evento? Perdeu o early bird?
No mês de comemoração do Dia do Tradutor, o ProZ.com baixa os preços da inscrição na última semana antes do evento como forma de presentear os tradutores. É o ProZ.com oferecendo oportunidade para você aprender com profissionais tarimbados e com colegas de profissão!
Diferentemente das edições passadas, a conferência este ano terá 1 dia a mais. Serão 3 dias de evento com uma programação intensa. O intuito é promover todos os setores da tradução, proporcionando novos aprendizados, discussões, aprimoramento técnico, networking, conhecimento de mercado e, é claro, momentos de alegria e descontração com os colegas.
Venha rever amigos antigos, conhecer outras pessoas e conversar pessoalmente com aquele colega com o qual você só tem contato virtualmente. É o momento de abrir uma pausa na agenda de trabalho para se renovar.

– Membros (pagantes): R$ 340,00 (pagamento local – via depósito bancário) ou $170.00 (pagamento via site do ProZ.com com cartão de crédito ou Paypal)*

– Para não-membros (não pagantes) R$ 380,00 (pagamento local – via depósito bancário) ou $190.00 (pagamento via site do
ProZ.com com cartão de crédito ou Paypal)*

*Somente até o dia 17 de setembro. Após essa data, somente pagamento na hora em dinheiro (cartão de crédito, Paypal ou cheque não serão aceitos).

Para mais informações escreva para:
prozbrasil2012@milktrados.com

Dados bancários para pagamento local (Depósito Identificado – Somente para o Brasil):
Banco: Caixa Econômica Federal (104)
Agência: 0174
Operação: 013
Conta Poupança: 00031070-0
Em nome de: Raquel Lucas L C de Sousa
CPF: 300.719.598-58

Não perca a oportunidade!!!