Como traduzir arquivos .xlz (Idiom Worldserver Workbench) no memoQ

Por Pricila Reis Franz em 12. Jul, 2011 | Tradução | 3 Comments on Como traduzir arquivos .xlz (Idiom Worldserver Workbench) no memoQ

Dando continuação à minha conversa sobre o direito que o tradutor tem de escolher a ferramenta de tradução, hoje vou explicar como traduzir arquivos com a extensão .xlz (própria para o programa Idiom WorldServer Workbench) no memoQ. Embora o Idiom seja uma ferramenta gratuita, prefiro traduzir no memoQ pelos recursos que este oferece, tornando a tradução bem mais rápida (sem falar na qualidade!). Para fazer isso siga os seguintes passos:

1 – Abra o arquivo no Idiom para poder aproveitar a TM (Memória de Tradução) incorporada (e glossário também, se tiver). Na janela exibida procure colocar o arquivo, a TM e o glossário em um local que você os encontre depois.

Janela de configuração do Idiom

2 – Geralmente os arquivos do Idiom já têm ICE, 100% e fuzzy matches inseridos. Para você não precisar revisar os ICE e os 100% (geralmente não pagos), apague os fuzzy matches: vá em Translation > Clear > All Fuzzy Match Translations. Exporte o arquivo (File > Export > For WorldServer).

3 – Abra a TM (extensão .wstm) no Apsic xBench (Project > Properties > Add > DejaVuX/Idiom Memory) e a converta para .tmx (Tools > Export Items).

4 – Abra o memoQ, crie uma TM nova e importe este arquivo .tmx.

5 – Volte para a pasta onde está o arquivo .xlz exportado que deve ser traduzido. Na verdade ele é um arquivo .xliff compactado. Para descompactá-lo use o programa 7-zip ou apenas acrescente a extensão .zip no final do arquivo.

6 – Extraia o arquivo .xlf e o abra no memoQ.

7 – Faça a tradução, revisão, QA e exporte o arquivo .xlf novamente.

8 – Coloque o arquivo .xlf de volta no .zip e renomeie para .xlz.

9 – Abra o arquivo no Idiom e selecione o filtro “All except ICE and 100% Matches”.

10 – Clique em um segmento qualquer, aperte F2 e depois Ctrl+A (Select All). Clique em qualquer segmento com o botão direito do mouse e na janela que aparece selecione Translation Status > Pending Review. Exporte o arquivo como na etapa 2 e é só mandar para o cliente. 😉

Embora o processo possa parecer complicado no post, na verdade é bem fácil. Bom proveito! 😉

PS: no próximo post explico como traduzir arquivos .txml (Wordfast Pro) no memoQ. Não perca! 😛

Atualização 19/07/2012: esqueci de descrever no post como importar o glossário do Idiom para o memoQ. Para fazer isso, siga estes passos:

1 – Renomeie o arquivo .wstd para .mdb (extensão para arquivos do Access).

2 – Abra o arquivo .mdb no Excel. Aparecerá uma janela em que você deve selecionar qual o campo a ser extraído. Clique em “Lemmas” e dê OK.

3 – O arquivo será aberto com várias colunas exibidas. Exclua todas com exceção da “Lemma”. Exclua a linha com o cabeçalho “Lemma” também. Você obterá um arquivo com a coluna A preenchida com o segmento original numa célula e sua tradução na célula abaixo seguinte, respectivamente. Verifique se todos os pares combinam.

4 – Na coluna B use a fórmula CONCATENAR da seguinte forma:

=CONCATENAR(A1; ” | ” ;A2)

No meu caso usei o caractere ” | ” para separar o segmento original da tradução; ele pode ser substituído por outro de sua preferência, desde que possa depois ser usado para separar os segmentos.
5 – Deixe a célula abaixo da fórmula em branco e repita-a na terceira célula e assim por diante. Selecione a coluna B e cole-a em um arquivo em branco do Word. Selecione o texto e classifique-o (vá em Tabela>Classificar). Exclua as linhas em branco (se preferir, pode conferir todo o texto para procurar e excluir linhas com conteúdo idêntico). Selecione toda a tabela e clique em Tabela>Converter>Tabela em texto. Selecione novamente todo o texto e clique em Tabela>Converter>Texto em tabela. Na janela aberta, especifique “2″ para o número de colunas e no campo “Separar texto em” selecione “outro” e digite o símbolo utilizado para separar os segmentos (no meu caso, ” | “).

Voilá! Você terá um arquivo alinhado, com o texto original na primeira coluna e tradução na segunda.

6 –  Com a ferramenta +Tools você pode converter essa tabela em arquivo .tmx (que pode ser importado para o glossário do memoQ), encontrada no site do Wordfast. Escolha a aba “+Align” e clique em “Create TM”. Salve o arquivo e importe-o no memoQ.

Esse passo a passo é semelhante ao que eu usava para exportar as TMs do Idiom antes do Apsic xBench fazer isso de modo bem mais fácil. Você pode conferir aqui: http://pribi.com.br/traducao/como-exportar-memorias-de-traducao-wtm-do-idiom-worldserver

Tags: , , , , , , ,

3 Comentários

  1. Kelli says:

    Pri, seu blog está cada dia mais uma joia rara! Obrigada pelas dicas excelentes!

  2. Uau, Kelli, valeu! Elogio vindo de uma colega profissional como você me deixa mais do que feliz! 😉

  3. Julia says:

    Obrigadíssima pelo tutorial, Pricila! Sabia que ele existia, mas ainda não tinha precisado dele, até hoje! Funcionou perfeitamente 🙂

Comente!